Search
Close this search box.

07 de abril – Dia mundial da Saúde

Saúde, autoconhecimento e autocuidado.
07 de abril - Dia mundial da Saúde

Já dizia a música do Titãs “comida” que temos muitas outras necessidades na vida além das mais básicas.

A música denuncia que, resumir a palavra “fome” a necessidade básica de alimentação e nutrição, é olhar apenas para as camadas mais superficiais de uma “cebola complexa”.

Anúncios

Desse mesmo modo, acreditar que uma pessoa saudável é uma pessoa que naquele instante não está “doente”, também é uma visão empobrecida da realidade.

“Bebida é água
Comida é pasto
Você tem sede de quê?
Você tem fome de quê?A gente não quer só comida
A gente quer comida, diversão e arte
A gente não quer só comida
A gente quer saída para qualquer parte”

Comida (Titãs)

O conceito de “saúde” definido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) diz respeito a “um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”.

Em 1948, a OSM criou o Dia Mundial da Saúde para celebrar a importância de se encarar o termo “saúde” de modo ampliado, alcançando novos aspectos bem mais expressivos e também enfatizando a relevância da criação de políticas públicas com foco na saúde preventiva.

Por isso, vale a reflexão que a “saúde” não é só responsabilidade do indivíduo ou de apenas um setor da sociedade.

É essencial que haja a participação de diferentes agentes sociais para que toda a população possa ter acesso a ela.

Você já parou para pensar como está a sua saúde? E talvez… já se olhou com cuidado para descobrir quais áreas da sua saúde necessitam de mais atenção?

Somos sujeitos atravessados por questões biológicas, psicológicas, sociais e culturais.

Por esse motivo, cada vez mais os profissionais de saúde estão se profissionalizando a partir do uso de práticas humanizadoras e integrativas.

Se foi difícil responder a pergunta acima, procure apoio profissional. Culturalmente não fomos ensinados a fazermos esse “auto check-up” e talvez você precise de ajuda para fazê-lo.

O processo psicoterapêutico pode colaborar para o desenvolvimento do seu autocuidado e do autoconhecimento.

Anúncios

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor(a)

Carla França F Rosa

Carla França F Rosa

Co-fundadora da Revista Blahpsi, psicóloga (CRP 06/104180) com atuação na área clínica e social há mais de 10 anos e facilitadora de grupos. Ampla experiência em palestras e formações em diversas instituições.
Anúncios
Últimas notícias

Psicólogo(a)

Torne-se um escritor no BlahPsi e tenha mais visibilidade

Subscribe to My Newsletter

Subscribe to my weekly newsletter. I don’t send any spam email ever!