in

Arte: Conhecimento intuitivo do mundo

A arte tem sido um dos caminhos para nutrição da saúde, reduzindo sintomas de estresse, ansiedade e desesperança, diante da pandemia.

Arte: Conhecimento intuitivo do mundo
Pexels

“A Arte precisa mostrar o mundo como passível de ser mudado. E ajudar a muda-lo”.

Ernest Fischer

As diferentes expressões artísticas tem sido um dos caminhos para nutrição da saúde, reduzindo sintomas de estresse, ansiedade e desesperança, diante da pandemia.

Por que a arte desperta em nós percepções intuitivas sobre a vida e o mundo?

Como a arte transforma nosso olhar, sentir, pensar, expressar e viver?

PUBLICIDADE

A lógica organiza o pensamento e a intuição organiza o sentir

Etimologicamente lógica vem do grego logos, que significa palavra, expressão, pensamento, conceito, razão, discurso.

A lógica organiza o pensamento e a intuição organiza o sentir.

De acordo com Aristóteles a lógica se subdivide em:

Lógica formal: estabelece a forma correta das operações do pensamento, ao aplicar as regras, “o passo a passo”, podemos chegar a uma conclusão automaticamente.

Lógica material: trata da aplicação das operações do pensamento segundo a natureza da matéria ou objetos a conhecer, é uma metodologia.

Intuição, do latim tueri, significa ver, é uma visão súbita, em que a palavra não dá conta de explicar a visão.

A intuição pode ser:

  • Sensível: conhecimento imediato que nos é dado pelos órgãos do sentido, sentir calor, identificar cores.
  • Racional: conhecimento distinto, vermelho e verde são diferentes
  • Psíquica: intuição simples do eu pelo eu.
  • Mística: conexão com a espiritualidade.
  • Inventiva: quando acontece a descoberta de uma nova hipótese, tema original, invenção de algo.
  • Metafísica: conhecimento além do corpo, permite compreensão profunda sobre a vida.

Portanto, o entendimento do mundo não se dá apenas por meio de conceitos logicamente organizados. 

O conhecimento pode se dar através da intuição, do entendimento imediato, forma concreta e individual, que fala ao sentimento e a imaginação.

PUBLICIDADE

Esse é o poder da arte nos transportar, pelas notas musicais, cores, formas, narrativas, dança, teatro, habilidades manuais, desenho, pintura, escultura, poesia, cinema, culinária, para experiências mágicas de apreensão da realidade para além da realidade objetiva.

Arte: Criar o que poderia ser é abrir as portas da imaginação

Imaginar a vida pulsando leve, saudável, plena e digna tem sido o oxigênio para nutrir a resiliência nesse momento desafiador do nosso país e do planeta.

A imaginação é a mediadora entre o vivido e o pensado, entre o acolhimento ofertado pelo corpo e a organização do espírito.

Experiência profunda e mobilizadora para gerar confiança, esperança e respeito à vida.

Dedicar tempo para apreciar, criar e compartilhar obras de arte faz com que novos “eus” sejam revelados.

As crianças são mestras da imaginação, com seus olhares encantados, sempre atentas ao novo. A criatividade desabrocha por que fazem tudo com prazer, se pressão.

Tudo pode ser e existir uma caixa de papelão se transforma num castelo, a luz do sol na janela cria um teatro de sombras com o próprio corpo.

“A arte pode elevar o homem de um estado fragmentado a um estado de ser íntegro, total. A arte capacita o homem para compreender a realidade e o ajuda não só suportá-la como transformá-la, aumentando-lhe a determinação de torna-la mais humana e mais hospitaleira para a humanidade. A arte, ela própria, é uma realidade social”.

Ernest Fischer

Aproveite para sentir, esse é o chamado atual!

Sentir você e a vida, contemplar os ciclos da natureza interior e exterior.

PUBLICIDADE

Traga mais arte ao seu cotidiano, sua casa pode ser seu laboratório, invente novas maneiras de fazer as coisas. Faça mais com menos!

A mudança tão desejada para o mundo começa em cada um de nós, a arte, a intuição, a imaginação são recursos disponíveis para reinventar, trabalhar, viver e gerar abundância coletiva.

A intuição que existe dentro de você, conhece as respostas aos desafios, então, deixe-se conduzir e crie a realidade que faz sentido.

Abraço carinhoso,

Anna Maria de Oliveira

Reportar erro

Escrito por Anna M. Oliveira

Anna Maria de Oliveira, mais de 25 anos atuando na área educacional, formação de educadores, liderança de equipes e desenvolvimento de projetos. Pedagoga, Especializada em Gestão Escolar, Arte Educadora, Professora, Consultora, Palestrante. Fundadora da Academia Confluência (Escola de desenvolvimento humano para Autogestão).

Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
A disforia de gênero é uma construção social ou biológica?

A disforia de gênero é uma construção social ou biológica?

Racismo no Brasil: Estamos realmente sendo incluídos?

Visibilidade do negro no Brasil: Estamos realmente sendo incluídos?